SIM

Um serviço CIDRUS

SIM

Um serviço CIDRUS

Municípios Participantes

O Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento Rural Sustentável – CIDRUS atua no avanço local dos entes consorciados, por meio da gestão associada de serviços públicos.

Entre eles, o SIM (Serviço de Inspeção Municipal), que tem como objetivo realizar a revisão dos procedimentos e normas dos produtos de origem animal, fabricados localmente. O serviço funciona na liberação e comercialização regular junto aos demais membros consorciados, o que permite levar segurança alimentar à mesa do consumidor. 

O CIDRUS está adequado as normas previstas no DECRETO FEDERAL N° 10.032, DE PRIMEIRO DE OUTUBRO DE 2019, que dispõe sobre as competências a nível dos consórcios públicos de Municípios no âmbito do SISBI/POA – (Sistema Brasileiro de Inspeção de produtos de Origem Animal). Determina um prazo de três anos para os municípios entrarem no regulamento, para realizar a comercialização com outras cidades.

O serviço buscar fortalecer as agroindústrias de pequeno e médio porte local, tanto no espaço rural, quanto no urbano. Gerando economia, por meio do melhor aproveitamento do potencial produtivo dos municípios. O impacto é a geração de mais renda e empregos, além de segurança alimentar para os consumidores. 

Clique em cada município para mais detalhes:

Aguanil

Acredita-se terem sido os índios Cataguases os primitivos habitantes da região de Campo Belo, de onde se desmembrou o município de Aguanil. Sabe-se que os

Saiba mais »

Araújos

A região Alto São Francisco, onde hoje se situa o Município, foi desbravada por bandeirantes a procura de ouro e pedras preciosas. Por volta de

Saiba mais »

Bom Sucesso

Conta-se que D. Antônio Luís de Távora, governador paulista foi mandado para pacificar a região. Partiu no dia 03 de outubro de 1736, acompanhado da

Saiba mais »

Camacho

Manuel Camacho, de origem portuguesa era explorador de minérios e também bandeirante. Foi um dos primeiros habitantes do lugar e fundou, em meados do século

Saiba mais »

Candeias

O território do atual município surgiu da existência de mais um pouso na “Picada de Goiás”, por onde passavam os aventureiros em busca de ouro

Saiba mais »

Carmo da Mata

Carmo da Mata foi no século XVII, a região por onde transitavam, obrigatoriamente, aqueles que se dirigiam a Goiás, pela antiga Picada de Goiás, que

Saiba mais »

Carmópolis de Minas

Reza a tradição ter o local, onde hoje se ergue a sede do município, recebido os primeiros brancos, portugueses e paulistas, em demanda ao sertão

Saiba mais »

Córrego Fundo

Conta a lenda que alguns tropeiros, que viajavam em direção à Serra da Canastra, acampavam próximo à um córrego, no interior de Minas Gerais, quando

Saiba mais »

Cristais

A cidade de Cristais tem sua história marcada por uma capela construída sob a invocação de Nossa Senhora da Ajuda, datada da década de 1790.

Saiba mais »

Formiga

Segundo o livro “Instituições da Igreja no Bispado de Mariana”, do cônego Raimundo Trindade, foi João Gonçalves Chaves o primeiro habitante da cidade de Formiga,

Saiba mais »

Moema

Não são conhecidos os nomes dos primeiros desbravadores do local, guardando a tradição os dos senhores Manoel Costa Gontijo, espanhol de nascimento, e Pedro Ferreira

Saiba mais »

Passa Tempo

A região primitivamente era habitada pelos índios Carijós que viviam nas cabeceiras do Rio Pará. Posteriormente, foram expulsos pelos Cataguases, que ocuparam quase toda Minas

Saiba mais »

Pedra do Indaiá

No alto de seu maior morro existe a Capela de São Miguel, erguida na divisa de duas fazendas por dois Coronéis irmãos da família Silva

Saiba mais »

Perdões

Nos caminhos das Gerais, as Entradas e Bandeiras deixaram sua marcante história em muitos municípios mineiros. Nessas terras, a história não foi diferente. Por volta

Saiba mais »

Piracema

Segundo a tradição, o nome primitivo do povoado – Rio de Peixe – teria sua origem na existência de grande quantidade de peixes encontrada por

Saiba mais »